Em adesão à campanha Outubro Rosa, o evento arrecadou doações para entidade que apóia mulheres em tratamento de câncer

646aForam comercializadas peças de uso pessoal em perfeito estado de conservaçãoNo último dia 10 de outubro, a Seção de Gestão Socioambiental em parceria com a Comissão de Gestão Socioambiental realizou o I Brechó Solidário do Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região.
O evento inédito ocorreu no saguão do 2º andar do Fórum Trabalhista de Manaus e teve o objetivo de estimular o consumo sustentável, conscientizando os participantes para o "não desperdício" e sobre os impactos sociais e ambientais da compra desenfreada.
Outro tema destacado pelo projeto foi a conscientização sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama e de colo de útero, em apoio à campanha "Outubro Rosa".
Ao todo, foram arrecadadas 250 fraldas geriátricas por meio da inscrição solidária das participantes. A entidade beneficiada com a doação será a Associação de Apoio às Mulheres Portadoras de Câncer que, por meio do “Lar das Marias”, acolhe e cuida das mulheres em tratamento de câncer na capital amazonense.
Magistrados, servidores ativos e aposentados, estagiários, colaboradores e jurisdicionados prestigiaram o brechó.

Consumo consciente

O I Brechó Solidário do TRT11 também atendeu à recomendação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) quanto ao cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU (Organização das Nações Unidas).
Além de conscientizar o público sobre o consumo sustentável por meio de uma mudança no comportamento, os organizadores esclareceram sobre os custos ambientais para produção das roupas, que diminuem quando se estende e a vida útil das peças comercializadas.
Por trás de cada peça estão os custos ambientais decorrentes dos agrotóxicos usados para o plantio do algodão, das tintas e outros produtos químicos usados na fabricação e dos resíduos da roupas descartadas em lixões ou aterros sanitários. Daí surge a moda sustentável e a necessidade de engajar cada vez mais consumidores em atitudes que estejam ligadas ao conceito de consumo consciente e Slow Fashion, como o upcycling e reuso.
Foram comercializadas peças de uso pessoal (roupas, sapatos e acessórios) em perfeito estado de conservação.

 

647Magistrado Adilson Dantas e a esposa Maria Dantas, acompanhados da chefe da Seção de Gestão Socioambiental, Paula Diehl

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Confira mais fotos no Flickr.

 

ASCOM/TRT11
Texto e fotos: Seção de Gestão Socioambiental (com edições da Ascom)
Esta matéria tem caráter informativo, sem cunho oficial.
Permitida a reprodução mediante citação da fonte.
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Tel. (92) 3621-7238/7239